Jericoacoara está mais convidativa com novo aeroporto; veja dicas

0
131

Dona do mais famoso pôr do sol do País, Jeri, no Ceará, tem passeios clássicos, como o de bugue, e também alternativos. Saiba onde se hospedar, onde comer e o que fazer por lá.

JERICOACOARA – Jijoca de Jericoacoara – nome que já é pleno amor – faz tempo que não é destino novo na lista de desejos, nem de brasileiros, nem de estrangeiros. Basta andar por suas ruas ou faixa de areia para ouvir pessoas conversando em línguas diversas, em qualquer época do ano. A novidade é que a cidade do Ceará ganhou um aeroporto próximo em junho do ano passado.

O Aeroporto Regional de Jericoacoara Comandante Ariston Pessoa está na cidade vizinha, Cruz, a 33 quilômetros de distância. Os passageiros embarcam e desembarcam na pista e acessam o interior do terminal, um casarão com cobertura de palha, por uma sala com fotos de paisagens da região e objetos que antecipam o clima praieiro. Na sala seguinte, enquanto a mala não surge na esteira, dá para se divertir tirando foto ao lado das letras gigantes que formam a frase clássica “eu amo Jeri”. Do lado de fora, balcões de check-in e uma pequena lanchonete.

A partir de São Paulo, são 3h30 de voo direto, mais os 50 minutos do transfer até a vila de Jeri. Antes da inauguração do aeroporto regional, quando a única opção era voar até a capital do Ceará, Fortaleza, o transfer até lá levava de 4 a 5 horas e o ônibus de linha, até 8 horas.

O aeroporto de Jeri recebe voos diretos da Gol a partir de Guarulhos, três vezes por semana, às quartas-feiras, sábados e domingos. Da Azul, recebe um voo direto aos sábados a partir de Viracopos, em Campinas; e voos com uma ou duas conexões (Belo Horizonte e Recife) às terças-feiras, quintas, sábados e domingos, com partidas de Congonhas, Guarulhos e Viracopos. Veja uma estimativa de valores de passagens mais abaixo.

Aéreo e terrestre: na Azul, desde R$ 3.633; na Gol, desde R$ 2.755 – preços cotados para voos diretos em outubro. Os transfers que levam até a vila costumam ser oferecidos pelas hospedagens, custando cerca de R$ 150.

Quando ir: a época dos ventos vai de julho a dezembro, o que inclui as nossas férias e as do Hemisfério Norte. Ou seja, é o ápice da alta temporada. Entre janeiro e maio há risco de chuva; em junho, o vento já começa a aparecer e os preços são mais em conta.

Dinheiro: nem todos os estabelecimentos aceitam cartão. Tenha sempre dinheiro em espécie. Na vila não há agência bancária. Dá para ir ao mercado, passar o cartão e resgatar o valor em espécie pagando taxa de 10% a 20% sobre o valor.

Dica de roteiro: Jeri é um dos destinos da Rota das Emoções, que inclui também o Delta do Parnaíba, no Piauí, e os Lençóis Maranhenses, no Maranhão.

Fonte: https://viagem.estadao.com.br/noticias/geral,jericoacoara-esta-mais-convidativa-com-novo-aeroporto-veja-dicas,70002465725

Avalie o Post

Comments are closed.