Férias de verão em Maceió

0
152

Preparamos dicas básicas se você está pensando em conhecer Maceió.

O Brasil é lotado de destinos incríveis, que são perfeitos para curtir ao lado daqueles que amamos. Entre eles, podemos destacar Maceió, a capital alagoana, por transbordar diversão e atividades para todos os gostos e idades.

Sol, mar e areia

Foto: Praia do Gunga – Maceió – Alagoas, Crédito: Google

Litorânea, o que não falta em Maceió são opções à beira-mar para serem desfrutadas. Aproveite o dia na badalada Pajuçara, onde é possível fazer um passeio de jangada até as piscinas naturais; viva a adrenalina de uma volta de buggy pelas falésias da Praia do Gunga; refresque-se na sombra dos coqueiros de Ponta Verde; passeie com as crianças na tranquila Tatuba; admire as coloridas falésias de Carro Quebrado e curta o mar da conhecida Praia do Francês, um dos cartões-postais alagoanos e região procurada tanto por famílias, devido à porção de mar calmo graças à presença de uma barreira de recifes, quanto por surfistas, que pegam ondas na área de mar aberto.

DICA: por que não dar uma esticadinha até Maragogi? Carinhosamente apelidada de “o Caribe brasileiro”, a cidadezinha famosa por suas magníficas piscinas naturais fica a cerca de 130 quilômetros  da capital.

No centro histórico…

 

Mas não é só de praias que vive Maceió! O município também é riquíssimo quando o assunto é história. Tire ao menos uma parte do seu dia para traçar rotas que percorrem lugares como a Praça Dom Pedro II, a Catedral Metropolitana, a Biblioteca Pública Estadual, a Associação Comercial de Maceió e o Palácio Marechal Floriano Peixoto.

Ao lado da catedral está o Mirante de São Gonçalo, de onde é possível ter a melhor vista panorâmica da cidade. Além disso, vale fazer uma parada no Mercado do Artesanato, local que traz o melhor da cultura alagoana e oferece diferentes opções de presentes feitos à mão em seus 280 estandes.

À la Maceió

Foto: Caldinho de Sururu | Crédito: Google

Tudo certo com points históricos e praias? Ótimo! A próxima etapa é experimentar a culinária local, a qual, assim como os outros dois pontos, não deixa nem um pouco a desejar. Marcada por peixes e frutos do mar, que adicionam um delicioso sabor aos pratos, um dos carros-chefes é o caldinho de sururu, feito com molusco. Além desse há opções com camarão, feijão, abóbora, frango, milho, mandioca e carapeba, peixe nobre de Alagoas geralmente preparado apenas com sal e azeite.

Os fanáticos por doces também têm sua vez! No cardápio regional, três doces típicos saltam aos olhos: quebra-queixo (feito com limão, coco e açúcar), pé de moleque e “brasileira”, doce à base de farinha de trigo, manteiga e coco ralado.

Arruma as malas e boa viagem 🙂

Avalie o Post

Comments are closed.