Gramado: a Europa em terras Brasileiras

0
209

Nem só do frio vive a pequena cidade de Gramado (RS) na Serra Gaúcha.

A cidade de pouco mais de 30 mil habitantes é um dos destinos mais procurados do país a cada ano. E mostra que, apesar do inverno durar apenas um quarto do ano, tem fôlego para atrair turistas o ano todo.

Foto: Gramado – Rio Grande do Sul | Crédito: Google

Alemanha

Com forte presença da colonização alemã, a cidade tem as características desse povo retratadas em sua cultura, arquitetura e culinária. Na cultura, traz as tradições do cultivo da uva, das danças e roupas típicas. E dos moradores que ainda falam a língua alemã.

Na arquitetura, todo o colonialismo alemão nas casas com janelas e torres altas, telhados trabalhados, e fachadas de madeira da arquitetura bávara estão por toda parte. E os chalés em estilo suíço também são formas que dominam a paisagem. E na culinária, a presença dos vinhos, dos doces e do chocolate, uma das marcas da cidade, que se desdobra em canecas quentes, em fondues, e barras feitas artesanalmente.

Além do frio

Os atrativos da cidade vão além do frio apenas. A cidade é famosa pelo seu Festival de Cinema (que é realizado sempre em agosto) e também pelos festivais de fondues. Porém, outros eventos importantes também acontecem durante o ano. Com diversas áreas construídas especialmente para eventos grandes, tanto dentro de hotéis quanto pela cidade, Gramado tem abrigado muitos congressos, seminários, e palestras sobre assuntos específicos, principalmente da área médica.

No final do ano, desde novembro até janeiro, acontece o Natal Luz. Quando toda a cidade fica iluminada no melhor estilo das cidades da Europa. Para receber os milhares de turistas que vem passar a data na cidade e conferir a decoração natalina mais de perto, já famosa mundialmente. Apesar de acontecer já no verão brasileiro, durante o Natal, devido à localização da cidade, o clima permanece com temperaturas baixas, girando em torno de 22 graus Celsius. O que continua atraindo os amantes do frio.

Culinária

Com grande influência da cultura europeia, a cidade abriga todos os tipos de culinária. Da italiana, alemã, francesa e portuguesa, até vegetariana. Os fondues de queijo, carne e, principalmente, chocolate são os mais pedidos. E os chocolates caseiros os mais procurados.

São frequentes também os Cafés Coloniais, servidos em vários restaurantes ao estilo europeu. E tratam-se de dezenas de pequenas porções variadas que incluem doces, salgados, cremes, pães, compotas e tudo o que um serviço de primeira pode proporcionar.

Passeios

Passear a pé é uma das melhores opções da cidade, o que você pode fazer com tranquilidade, pois dos dez lugares mais visitados do Brasil, Gramado é tido como o destino mais seguro. As principais avenidas são a Borges de Medeiros e a das Hortênsias, onde estão localizadas as lojas de artesanato, chocolates, roupas de malha, de couro, móveis coloniais e bons restaurantes.

Atualmente, Gramado abriu seu interior para o turismo rural, destacando a cultura e a preservação ambiental. O Agroturismo tornou-se uma atividade autossustentável em quatro diferentes roteiros. Os passeios tem saídas diárias em frente à Casa do Colono, junto a Praça das Comunicações, no centro de Gramado, em um ônibus típico colonial. Um bondinho também faz um city tour saindo de frente da Igreja Matriz. E percorrendo os principais pontos turísticos em um percurso que dura uma hora.

Na época de Natal, é imperdível também a visitação no Parque Aldeia do Papai Noel, no centro da cidade. Com lindos jardins, a Árvore dos Desejos, o Chalé dos Ursos e a Fábrica de Brinquedos. O Mini Mundo é a outra atração infantil, com réplicas de construções famosas. Os destaques são a Igreja de São Francisco de Assis, de Ouro Preto (MG), a zona portuária de Porto Alegre, o castelo alemão de Neuschwanstein, e o aeroporto de Bariloche com a Cordilheira dos Andes, casas, moinhos e castelos.

Avalie o Post

Comments are closed.